Devoção e culturas Juninas são temas de roda de conversa na Faculdade 2 de Julho.

Turma de Administração realizará roda de conversa intitulada “Encontros Juninos- Devoção e Culturas” [...]

Na próxima quarta-feira, 14, a turma de Estudos Culturais do curso de administração da Faculdade 2 de Julho, realiza, a partir das 18h30, a roda de conversa intitulada “Encontros Juninos- Devoção e Culturas”. O objetivo é compartilhar conhecimentos sobre a diversidade do patrimônio cultural baiano com destaque para as festas do período junino- Santo Antônio, São João e São Pedro.

O bate-papo será conduzido por especialistas da área cultural de diversos segmentos: o tata de inquice, Anselmo dos Santos, líder religioso do Terreiro Mokambo; a cineasta, jornalista e professora, Ceci Alves; o ator do Bando de Teatro Olodum e produtor cultural, Jorge Washington e o doutor em antropologia, jornalista, poeta e professor, Marlon Marcos. A mediação será feita pela professora da disciplina, Cleidiana Ramos.

Além da conversa com os especialistas, a turma vai apresentar outros elementos culturais desse período como os jogos, formulados pela sabedoria popular, decoração típica dentre outros.

Ceci Alves- Cineasta, jornalista, professora de ensino superior, mestranda do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Ufba. Ceci Alves é graduada em cinema pela Escuela Internacional de Cine y TV de San Antonio de los Baños, La Habana, Cuba, e Master 2 em Direção pela École Supérieure d’Audio-Visuel, unidade da Université de Toulouse, França. Sócia-diretora da Obá Cacauê Produções e coordenadora da Central de jornalismo do Irdeb-Bahia (Rádio Educadora e TVE).
Mediadora: Cleidiana Ramos – Jornalista, doutoranda em antropologia pela Ufba e professora da Faculdade 2 de Julho, onde também coordena o curso de pós-graduação, nível de especialização, em Comunicação Social com ênfase em Assessoria de Imprensa. Tem trabalhos de pesquisa nas áreas de religiosidade, identidade étnico-racial e festas populares. É autora do livro-reportagem Os caminhos da Água Grande e A janela de dona Ubaldina, além de co-autora de A Casa dos Olhos do Tempo que fala da nação angolão-paquetan e Ebomi Cidália- a enciclopédia do candomblé.
Jorge Washington- Ator do Bando de Teatro Olodum com participação em produções da companhia como Cabaré da Rrrraça e Ó Pai Ó, inclusive nas versões dessa última para TV e cinema. Produtor cultural com experiência em cultura afro-brasileira. É um dos idealizadores e realizador do projeto Yemanjá é Black, que acontece durante a Festa de Iemanjá e mistura gastronomia, moda e música. Atualmente, Jorge Washington vem realizando, quinzenalmente, o evento “Culinária Musical”. Os pratos servidos são preparados por ele e o evento é embalado por música, no bairro do Garcia.
Marlon Marcos- Doutor em antropologia pela Ufba, poeta, jornalista e professor de ensino superior, é autor de livros, como Memórias do Mar e Oyá-Bethânia, os mitos de um orixá nos ritos de uma estrela. Com uma escrita que une os fundamentos da antropologia, a leveza do jornalismo e a sensibilidade da poesia, Marlon Marcos é um especialista em fenômenos da diversidade cultural brasileira.
Anselmo dos Santos- Tata de inquice, título usado pelo mais alto sacerdote de um terreiro de candomblé de nação angola. O Mokambo, liderado por Tata Anselmo, acaba de ser reconhecido como patrimônio da Bahia pelo Ipac. Ele também é mestre em Educação pela Uneb e doutorando do programa em Difusão do Conhecimento, mantido pela Ufba em parceria com outras instituições de ensino superior como Uneb, UEFS e Ifba.

 

Serviço:

O quê: Encontros Juninos- Devoção e Culturas

Quando: Quarta-feira, 14, a partir das 18h30.

Onde: Faculdade 2 de Julho